Ano 2005

Lista descritiva dos Conselhos Municipais da Cidade de Itu/SP

A seguir apresentamos uma lista de 15 Conselhos Municipais mais 5 mecanismos de participação política que, de acordo com a Lei Ogânica do Município (critério fundamental desta pesquisa para a consolidação pública da ação política da pessoa comum), estão aptos para o cumprimento de seus objetivos.

As bases da pesquisa são:

Consideramos:

  • a imagem em destaque tem informações de 2005 que podem ser encontradas aqui
  • não garantimos a situação regularizada e o funcionamento das institucionalidades citadas abaixo
  • não temos responsabilidade pelos dados coletados nas fontes citadas
  • esta lista é só para ajudar nas conversas que estão rolando por ai

Seguimos!

bibliopty-set2016-itu

Água nos repositórios da PermaTecnoYoga

PermaTecnoYoga não é um termo com o nome bonito, mas é útil. É resultado da União (Yoga) entre a Cultura da Permanência (Permacultura) e as Tecnologias disponíveis (que diferem das possíveis).

Encerra em si os esforços mentais, sociais e físicos na experimentação de uma cultura tecnológica, biodiversa e permanente em nossas residências. Por isso também pode ser encontrada como BioTechnoSwarm.

Consultores apresentam o projeto do condomínio

Água e todo mundo circulando!

Essa foi uma semana pra conferir o que anda acontecendo em Itu quando o assunto é ela:  a gloriosa H2O

Na última quinta feira, alguns hackativistas da Baia Hacker, junto com os alunos do curso de Biologia do CEUNSP, participamos de uma visita técnica à Fazenda Capoava, onde pudemos conhecer um projeto de reflorestamento que pretende plantar cerca de 400. 000 mudas florestais nativas nas imediações.

Boa parte dessas mudas já estão no chão, algumas com até 2 anos de idade e já criando um belo sombramento de solo.

sma-programaflorestas

Florestas rasgadas que alimentam sua casa e seu carro

Água na medida, com seus ares de sagrada, tem se mostrado cada vez mais como dádiva perdida.

Perturbamos o equilíbrio dinâmico do sistema Gaia para muito além da nossa cota ao insistir em padrões cada vez mais brutos e automáticos de substituição das redes de vida diversificadas (como os ecossistemas) por vazios estéreis impermeáveis de concreto e cimento. Esse padrão alienante que toma conta de grande parte dos assentamentos humanos, seja no campo ou na cidade, tem nos colocado em ritmo acelerado a caminho da auto-destruição. Uma verdadeira loucomotiva que avança rumo ao penhasco.

salto-portogoes

Água cara ou é água da barata?

No auge de toda insegurança gerada pela crise hídrica real, a de 2014, eis que o Governo de São Paulo veio com aquele papo “me engana que eu gosto” para acessar a água do volume morto do Sistema Cantareira. Necessidade obrigatória por lei, é o limite, deve-se garantir o abastecimento da população da capital onde muitas pessoas enxergam nisso uma atitude empreendedora. Realmente, isso é que é amor para além da conta!

Traduzindo para a linguagem dos demoautocratas que vivem fora da bolha do sistema de regulação e controle do abastecimento de águas, o Governo de São Paulo definiu que as pessoas passariam a beber água de fontes que tempos atrás não serviríamos nem aos porcos, sob pena de ser processado criminalmente pelo próprio Estado.

itu-filadoperu

Os servidores e a fila do peru

Natal chegando e ganhar uma cesta repleta de guloseimas para se esbaldar nas festas normalmente é muito gostoso. Os funcionários da prefeitura de Itu estão nesse time de trabalhadores premiados que no final de ano recebem esse agrado tradicionalíssimo.

Cesta farta para engordar só com as melhores marcas e para a tristeza dos vegetarianos até o peru vai à mesa. Cesta de bacana mas o custo pra acessar essas delícias não foi pequeno não. As cestas foram liberadas para serem entregues entre hoje e amanhã para os cerca de 5.000 funcionários que compõem o quadro da Prefeitura. Desses, cerca de 3.000 atendem na sede do município e retiram as cestas no prédio principal da prefeitura no Itu Novo Centro.

entrevista-cbn

Entenda o projeto Conversando com as Águas em Itu

Durante os últimos dias nossas atividades de comunicação foram focadas em diálogos via imprensa com as autoridades ituanas responsáveis pelas águas da cidade.

Tudo foi motivado por um resultado preliminar de estudos realizados pela ONG Caminho das Águas e CEUNSP visando o desenvolvimento de um kit de análise de águas de baixo custo conforme os leitores do 13300 estão acompanhando há algum tempo. Afirmar que a água está contaminada não é uma decisão qualquer, requer responsabilidade e deve ter seus fundamentos.

quadro-resumo-bacteriologico

Parceria avalia a qualidade da água em Itu

Em função do desabastecimento da água no município de Itu-SP, a população tem recorrido a poços artesianos, bicas e a caixas e bolsões públicos instalados em alguns bairros da cidade para obtenção de água.

Estes locais alternativos podem sofrer contaminação por micro-organismos devido às condições de instalação e manutenção do sistema de abastecimento, onde o próprio usuário é o responsável pela coleta e transporte da água até a sua residência.